segunda-feira, 13 de julho de 2009

Paredes Amarelas


Sinto como se eu não pudesse mais ser eu mesma

Sinto como se eu não soubesse mais quem sou
Tudo ao redor está diferente
As paredes amarelas são outras.

Mudou a rotina e não tenho mais por quem esperar
Não espero o telefone tocar para falar besteiras e me desmanchar em sentimentalidades com alguém especial para mim.
Não espero o fim de semana chegar para sair e encher a cara de falsas alegrias por algumas horas.
Não espero mais nada.
Tudo é igual.

Os dias vão passando, lembranças vêm e vão com o passar do tempo
Com o aproximar e passar das datas
Os dias são apenas um quadrado de 3cm x 3cm na parede amarela do meu quarto.
Um quadrado que amanhã estará marcado com um "X" em vermelho indicando que já passou.

Os dias vão passando e estas paredes amarelas já não me são tão acolhedoras como foram um tempo atrás.
As semanas vão passando, os momentos vão passando e depois tudo é silêncio.
Talvez por isso passo o dia inteiro ouvindo música, para disfarçar o silêncio assustador de estar só.

Mas as músicas trazem lembranças, cada uma com suas memórias, cada uma com sua história, umas boas, outras ruins, mas no momento todas têm o mesmo significado...
E hoje ouço outras músicas, que significarão algo algum dia, porém hoje são somente músicas, e vão me fazer por um tempo esquecer meus próprios pensamentos, e esquecer que estou sozinha, cercada por essas paredes amarelas.

2 Pensaram a respeito:

CARLA FABIANE... disse...

De nada adianta o desespero!
Coisas vão,
coisas acontecem...
Pedra por pedra, edifica-se o muro...
ou faz da estrada bom caminho.
Somos passageiros...
uns demoram chegar ao topo,
uns são ligeiros...
outros não alcançam, cansam no meio.

Jaki disse...

oie!!! adicionei seu blog na minha lista de blogs! bjos