terça-feira, 1 de março de 2011

Assalto em casa

E depois de a casa quase pegar fogo duas vezes, várias tentativas de assaltos à residentes nas imediações, vários furtos internos, eis o que aconteceu neste sábado 27 de fevereiro: a casa sofreu seu momento mais crítico.

Dois homens supostamente armados invadiram a "recepção" durante a troca de turno dos guardas e roubaram suas armas. Não bastando isso ainda bateram na mãe de uma das moradoras, uma senhora doente que anda com dificuldades.

O estrago não foi maior porque uma das residentes estava fazendo a mudança para o térreo e seus amigos que ajudavam a levar uma estante viram os assaltantes e chamaram a polícia.

Enquanto ninguém sabia direito o que estava acontecendo, o pânico tomou conta das meninas que avisaram umas as outras através do telefone e se trancaram em seus quartos.

Por fim, mais de meia hora depois do ocorrido, algumas moradoras em frente à casa e os guardas desarmados foram informados que os suspeitos haviam sido pegos, um deles baleado e uma das armas recuperada.

Isso não pode ficar assim, não podemos viver amedrontadas e inseguras! Quantos mais exemplos vão ser necessários até alguém tomar uma decisão?

Agora o que a mídia falou sobre o ocorrido:

http://www.portalcorreio.com.br/correioverdade/matLer.asp?newsId=173111

Este é o Samuca que mencionei em Coisas irritantes II: A falta de cultura musical me broxa deveras, um comunicador que envergonha a classe jornalística.

1 Pensaram a respeito:

Mônica de Andrade disse...

Corpo de bombeiros foi demais kkkkkkkkkkk